No ar agora

Title

Artist


'Independente de fazer o exame, tem que ficar isolado', diz secretário de Saúde de MG

Written by on 14/05/2020

Carlos Eduardo Amaral falou, nesta quinta-feira (), sobre o avanço do coronavírus no estado.

Governo atualiza situação da Covid-19 em Minas

Governo atualiza situação da Covid – em Minas

“Independente de fazer o exame ou não, tem que ficar isolado. É a única forma de evitar a epidemia progressiva “, disse o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, nesta quinta-feira ().

Em entrevista coletiva realizada de forma remota, no início da tarde, os dados sobre o avanço do coronavírus no estado foram alterados. De acordo com o último boletim de massa, Minas Gerais tem mais de 3,9 mil casos confirmados pela Covid- . O número de mortos chegou a .

O secretário de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral, em coletiva sobre o coronavírus. – Foto: Governo de Minas / Divulgação

Questionado pelo G1 sobre o baixo índice de testagem de coronavírus, o secretário disse que esta não é a única forma de monitoramento da pandemia em Minas Gerais.

“Temos uma avaliação multimodal e, dentro dela, temos um teste. Outros dados trazem uma O objetivo principal, que destina-se a preparar a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e as secretarias municipais, é a estruturação da rede de saúde e assistência. Estamos monitorando a equipe de leitos no estado e não há um aumento significativo neste momento “, explicou.

Segundo secretário de Saúde, o “

Minas Consciente

“não é um programa de flexibilização, mas uma forma de coordenação ou isolamento de maneira adequada. Trata-se de um conjunto de protocolos que orientam os municípios sobre a reabertura do comércio. A adesão cabe a cada prefeito .

“O isolamento é muito mais útil, mais efetivo. O exame seria um complemento “, defendeu.

Ainda de acordo com Amaral, o pico continua sendo iniciado em Minas Gerais e a nova projeção é que não dê dia 9 de junho . “Isso mostra que a cada semana, estamos adiando um pouco de pico. Todos os controles estão direcionados para um local que deve ser o número de casos esperados a partir daí”, disse.

que um SES trabalha com duas formas de análise: considerar o padrão de aumento de casos no Brasil, considerando a possibilidade de uma menor adesão ao isolamento e o padrão que vem sendo observado em Minas Gerais.

“No padrão Brasil, teríamos 132 casos esperados. No padrão Minas Gerais, teríamos 129 esperados. O padrão em MG tem uma projeção menor “, declarado. Já há uma projeção de ocupação de leitos de terapia intensiva, durante o pico, de 1,6 mil no padrão Brasil e de 1. no padrão Minas Gerais.

A projeção de pico é eficiente. Os dados são reavaliados semanalmente e o monitoramento é diário. A última projeção era de

um pico no dia 8 de junho

. A previsão, no dia 4 de maio, era de que o estado atingia o número máximo de infecções no dia 6 de junho. O adiamento do pico, influenciado pela adesão ao isolamento social, dá mais tempo para o estado se preparar.

Assista à entrevista coletiva na íntegra:

Boletim G1 Criado com o Sketch.

0737537262 0737537262

692027247 O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

659966918

As notícias que você não pode perder diretamente no seu email.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

692027247 Obrigado! 622598421 Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

378434819 370543476Consulte Mais informação


Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *