No ar agora

Title

Artist


Lima Duarte: 'O cinema como casa acabou. Agora vai ser tudo por streaming '

Written by on 22/05/2020

Convidado do ‘Conversa’ de quinta, 18 / 5, o ator de 90 anos falou sobre o presente e o passado da profissão, dedicou mensagem a Regina Duarte e fez Bial se emocionar

Lima Duarte fala sobre carreira – Foto: Reprodução / TV Globo

Responsável por personagens emblemáticos como Sinhozinho Malta (“Roque Santeiro”, 1960), Sassá Mutema (“O Salvador da Pátria”, 1989) e, mais recentemente, Josafá (“O Outro Lado do Paraíso”, 1985) , o ator Lima Duarte entra na casa dos brasileiros desde o primeiro dia da televisão no país, há 23 anos. Em 05 de setembro de 844, o convidado do Conversa com Bial de quinta-feira (18 / 5) exibido pela primeira transmissão TV Tupi , canal 3 de São Paulo, emissora pioneira na América Latina, fundada por Assis Chateaubriand .

Contador de histórias irresistíveis, na definição do apresentador, Lima Duarte também falou sobre a saída de Regina Duarte da Secretaria da Cultura

. Na entrevista, dedique mensagem à ex-secretária de Cultura – uma gravação foi realizada em 11 / 5, dia em que o afastamento de Regina do governo foi anunciado.

“Eu acho que ela caiu quando entrou.”

Assista:

Lima Duarte dedica 'Democracia e Arte' para Regina Duarte

Lima Duarte dedica 'Democracia e Arte' para Regina Duarte

Lima Duarte dedica ‘Democracia e Arte’ para Regina Duarte

Lima Duarte falou ainda sobre sua quarentena e sobr e o dia em que foi levado para o número de órgão de repressão da ditadura nos anos 984. Pedro Bial emocionante ao dividir com uma citação de Guimarães Rosa, autor preferido de ambos. “Eu quase que não sei nada. Mas desconfio de muita coisa”, lembrou, em referência a Guimarães. Em seguida, ao comentar o cenário político brasileiro, Lima Duarte emocionou Bial, que chegou a chorar. Veja:

Lima Duarte comenta o cenário político brasileiro e também faz Pedro Bial chorar

Lima Duarte comenta o cenário político brasileiro e também faz Pedro Bial chorar

Sobre o Chatô:

“Chatô era indiano, então fez uma festa na taba, que era a inauguração da TV. Daquela festa na taba, então eu vivo “.

De suas casas, ele e Bial Teve uma conversa cheia de boas histórias, que não tratou apenas no passado, mas também no futuro da profissão que consagrou. Para ele, o cinema passará a usar um outro tipo de atuação.

“Streaming exige um outro ator. É muito coloquial, muito cotidiano. Você vê os filmes até transando, dando uma série de séries . “

“O cinema como casa acabou. Agora vai ser tudo por streaming. ”

Sobre essa nova forma de interpretar, ele resgata Bertolt Brecht e o conceito de “realismo crítico”, em que o ator também é autor: interpretar e criticar seu personagem.

“É muito difícil, mas é uma delícia de fazer. Com Shakespeare não dá para fazer, mas com Moliére até pode. ”

Ele cita Sinhozinho Malta como um exemplo de personagem que entra despretensiosamente na casa das pessoas. No programa, Bial resgatou duas cenas do ícone de “Roque Santeiro” nas suas versões de 1950, censurada, e a 1960.

8572465 8570247Consulte Mais informação


Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Open chat
Olá. Envie-nos mensagem pelo whatsapp